Logo

Administraçao Publica

I) Controle de Acesso


Sistema de reconhecimento de usuários por meio de código de usuários cadastrados e confirmados por senha. Os usuários são cadastrados com caracterização de seus cargos e atividades, desta forma, ao identificarem são liberados os acessos apenas aos sistemas e recursos da sua responsabilidade e autonomia.

 

II) Controle de Estoque

 

Registro de fornecedores (compartilhados por todos os demais sistemas), produtos e  centros de custos(setores de consumo). Registro das compras vinculadas a sua dotação orçamentária, controle de saldos pelos responsáveis pela aquisição do produto. Registro das requisições de saída. Emissão do boletim diário de movimentação do almoxarifado. Listagens diversas dos produtos, dos históricos de movimentação. Sugestão de compra conforme avaliação da estatística de consumo mensal. Sugestão de compra conforme políticas da curva ABC e XYZ.

 

III) Controle de Patrimônio

 

Controla os bens do ativo imobilizado da empresa. Identifica cada um dos bens do ativo, suas características técnicas, registro de sua compra, valor, localização, pessoa responsável por sua guarda. Acompanha seu histórico, cria facilidades para o processo de reavaliação do ativo, sua depreciação pelo desgaste ao longo do tempo, bem como sua valorização pelo processo inflacionário.

Para as obras em andamento, (bem como a reforma de bens cuja despesa se deseje incorporar ao patrimônio), possibilita registrar a incorporação de cada despesa realizada no ato de sua liquidação, e torna o sistema capaz de apresentar o inventário em qualquer data, com o valor das incorporações até aquela data, mesmo que já existam registros de incorporações de datas posteriores.

 

IV) Controle de Frota de Veículos

 

Sistema de informação para gerenciamento frota de veículos, registro de tipos de veículos, de peças, controle de custos (abastecimentos e manutenção), controle de consumo de combustível, controle custos e de consumos mensal e anual. Controle de revisões por veículos e por peças.

 

V) Licitações e Compras


Elaboração do Processo de Aquisição de Bens e Contratação de Serviços, compartilhando dados e descrições técnicas de produtos e os fornecedores com o controle de estoque. Registro das consultas de cotações de preços, classificação da modalidade de compra. Montagem de Editais, sugestão dos fornecedores mais indicados, agendamento do processo licitatório. Suporte à Comissão Permanente de Licitação, geração de atas de reuniões da CPL, controle dos recursos, do julgamento das aberturas de documentos e das propostas. Montagem do mapa de apuração. Termos de homologação e de adjudicação. Relatório dos processos em andamento, dos processos encerrados, dos vencedores por processo de licitação; e relatório do impacto orçamentário.
“Uma vez instalado este sistema, permite ao sistema de Contabilidade a emissão da NE com aproveitamento total dos dados gerados no PBS. Portanto a NE passa a ser emitida com apenas 3 cliques no mouse  à 1º-Escolha da opção de emissão de NE; 2º- Escolha do PBS vinculado à NE; 3º-Escolha do fornecedor vencedor (todos os itens e suas descrições vinculados ao fornecedor vencedor no PBS selecionado são copiados e automaticamente integrados à NE sendo elaborada).”

VI) Contabilidade


Sistema de contabilidade pública, compatível com a Lei 4320, com recursos de processamento de contabilidade patrimonial financeiro e orçamentária. Facilidade de adequação do Plano de Contas, lançamentos contábeis pré-classificados (evita erros de lançamentos de código de conta, de históricos, de valores e contra-partida). Registro de conciliação bancária. Facilidade de re-processamento a qualquer data, inclusive de exercícios anteriores. Emissão e controle de empenho e sub-empenhos, (orçamentários e extra-orçamentários). Consultas diversas, relatórios diários (boletim diário de arrecadação, de movimentação financeira, de movimentação de caixa e termo de verificação de caixa). Relatórios mensais (demonstrativos, balancetes, controles de execução orçamentária, etc); livros fiscais (caixa, diário e razão). Relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal (todos bimestrais, quadrimestrais, semestrais e anuais), exportação eletrônica de dados para o CIASE (TCE-MG). Encerramento de exercício, balanços, demonstrativos, etc. Orçamento, abertura, lançamento, relatórios.

 

VII) Tesouraria


Agenda de compromissos a pagar, classificação dos compromissos, vinculação dos compromissos a seus empenhos, controle de saldo de empenho. Controle de Contas Bancárias e Caixa. Subordinação dos pagamentos às autorizações pertinentes (conferente da entrega do material ou conclusão do serviço, contador, tesoureiro, ordenador da despesa). Relatórios gerenciais diversos (pagamentos previstos, pendentes, autorizados, fluxo do caixa). Lançamento dos pagamentos com reflexo automático na contabilidade. Relatórios gerenciais (cheques ainda não emitidos, cheques cancelados, controle de liquidação de empenho, pagamentos efetuados por data ou período, por dotação, por fornecedor, por restos apagar, por empenho), boletins diários da tesouraria, minutas de pagamentos). Compromissos pagos ou compromissos a pagar por função, por projeto/atividade, por fornecedor, por data, etc. Propostas de concessão de fundos (DMPP), propostas de concessão de diárias e seus controles. Impressão de cheque avulso ou formulário contínuo, canhoto, etc. 

 

VIII) Folha de Pagamentos

 

Sistema de folha de pagamentos, configurável de forma a suportar ampla variedade de tipos de proventos, de sistemas previdenciários e outros recursos. Se integrado ao sistema de ponto eletrônico é capaz de lançar automaticamente o registro de horas extras, atrasos, faltas, adicionais noturnos, etc. suporte a ampla variedade de relatórios, recursos de exportação de dados (Depósito bancário, RAIS, DIRF, Cédula C, etc). Suporte aos registros dos funcionários, cargos, funções, tabelas de salários padrões, históricos de movimentação, dependentes, imagens de documentos de funcionários.

 

IX) Controle de Contratos


Registro dos contratos e seus aditivos, controle dos prazos de execução dos contratos, controle dos limites de renovação, controle dos limites de valor x tipo de processo de contratação.  Programação de envio de mensagens de alerta a um ou mais funcionários responsáveis ou interessados quando da aproximação da data de renovação ou do encerramento do contrato.

 

X) Ponto Eletrônico


Sistema de registro eletrônico de controle de freqüência e de apuração do ponto. Captura os registros de freqüência por meio de dispositivo eletrônico, podendo ser ou leitor de crachá com código de barras ou por biometria (leitura da impressão digital). A cada registro de leitura, associa a identificação do funcionário à data, hora e minuto da ocorrência da leitura. Estes registros devem ser capturados nos diversos locais onde ocorrem "entrada" e "saída" de pessoal no trabalho. Estes registros devem ficar eletronicamente arquivados até que sejam oportunamente transferidos para o sistema central de apuração do ponto. Na central de apuração do ponto, estes registros são classificados por matrícula de funcionário, em ordem cronológica e comparados com o horário padrão esperado (ou escala) para cada funcionário; O responsável pela apuração do ponto poderá registrar justificativas de atrasos e ausências conforme as diversas condições possíveis; acatar autorizações de horas extras; corrigir erros de registros de registros (ponto dobrado, etc); registrar calendário (feriados); registrar escalas; registrar horários padrões; configurar limites de atrasos ou de horas extras autorizadas; Emitir os relatórios de Espelho do cartão de ponto; Horas extras; Freqüência.

 

XI) SITE de Apresentação dos Dados da Autarquia


Ambiente de divulgação eletrônica dos dados da autarquia. Apresenta os dados institucionais (razão social, endereço, corpo diretor, funcionários), registros de histórico da entidade e do município, registro da missão social da entidade, registro dos indicadores dos resultados sociais obtidos pela ação da entidade, funções e metas, legislação; obras em andamentos, fornecedores (cadastramento), projetos; serviços (atendimento on-line), processos de compras e contratações em andamento (resultados dos processos finalizados), dados financeiros, dados do orçamento, relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal, Manchetes e noticias, área de Chats.

 

XII) PPP - Perfil Profissiográfico Previdenciário


Sistema do controle e de registro do Perfil Profissiográfico Previdenciário. Este sistema é adequado à prestação de informações perante ao sistema previdenciário sobre os agentes de risco e às exposições a estes agentes às quais os funcionários se submetem, a título de controle das condições de aposentadorias especiais dos funcionários, bem como demonstra o controle de monitoramento das condições ambientais, biológicos e médico dos funcionários.

 

XIII) Controle Interno


Sistema de registro de monitoração do controle interno. Permite que o usuário elabore sua lista de pontos de controle e registre suas avaliações e conclusões sobre cada verificação realizada aos diversos setores da empresa.

 

XIV) Publicador


Sistema de captura dos relatórios oriundos dos sistemas de contabilidade (balancetes e LRF), tesouraria (contas a pagar), e compras (processos em andamento e resultados de licitações) a serem publicados na Internet. Este sistema subordina as ações de divulgação das informações à autorização de um operador especificamente credenciado para permitir tais divulgações.

 

XV) Sistema de Depósito eletrônico - CNAB150


Sistema de geração de dados em arquivos (enviáveis ao banco por disquete ou Internet) contendo as informações para depósitos bancários de salários, autônomos, pensionistas ou aposentados. Gera os dados em formato compatível com o padrão FEBRABAN CNAB-150 versão 04, suportáveis por toda rede bancária do Brasil. Faz o controle de remessa por bancos distintos, controle de retorno e de re-envio caso algum retorno não confirme o depósito enviado por qualquer motivo (conta encerrada, etc).

 

XVI) Portal da Transparência


O Portal da Transparência é uma iniciativa que visa assegurar a boa e correta aplicação dos recursos públicos. Tendo por principal objetivo aumentar a transparência da gestão pública, permitindo que o cidadão acompanhe como o dinheiro público está sendo utilizado e ajude a fiscalizar.
O Portal da Transparência foi definido pelo DECRETO Nº7.185,DE 27 DE MAIO DE 2010 que é ancorado pela LEI COMPLEMENTAR Nº131, DE 27 DEMAIO DE 2009. O Portal possibilita amplo acesso público, assegura à sociedade o acesso às informações sobre a execução orçamentária e financeira conforme o art.48, parágrafo único, inciso III, da Lei Complementar Nº101, de 2000, as quais serão disponibilizadas no site de cada ente da Federação.

 

 
© MGF Informática Ltda
Todos direitos reservados